Asfixia por corpo estranho

Assim como as pessoas, os cães também se asfixiam quando algo tranca em sua garganta ou traqueia. Eles se engasgam, têm ânsia de vômito e tossem, tentando expelir o objeto e, podem ficar desesperados quando não o conseguem. A asfixia pode rapidamente se tornar perigosa quando o objeto preso corta o suprimento de ar. Até mesmo um bloqueio parcial pode fazer com que um animal desmaie, e, se algo grudar em sua garganta como a rolha de uma garrafa, ele pode se sufocar, caso não tenha um pronto atendimento.     Material médico necessário Pano seco limpo Pinça hemostática Alicate de bico fino ou pinças com pontas rombudas Toalha Transportador de animais Tente tirar rapidamente o objeto. Se seu animal não conseguir forçar a passagem do ar pelo objeto, ele vai desmaiar e morrerá em minutos. Você não terá tempo para esperar socorro médico ou para amordaçá-lo. Faça uma tentativa rápida de retirar o objeto. Primeiramente, puxe a língua de seu animal para fora, para liberar a passagem de ar – use um pano para segurá-la – depois alcance o objeto e puxe-o. Bolas são difíceis de agarrar, mas uma tenaz no formato de uma colher pode funcionar. Se você não conseguir pegar o objeto em uma ou duas tentativas, use a manobra de Heimlich – Consiste fazer movimento de pressão sobre a barriga do cão de modo que ele cuspa fora o objeto entalado fora. Para realizá-lo, pegue seu animal (essa manobra só vale para animais de até 10 kg), coloque as costas dele contra seu peito de modo que você irá pressionar o estômago dele e ele expulse o objeto. O animal deve ficar com a cabeça embaixo do seu queixo e esticado. Se você conseguir enxergar o objeto e seu animal deixar, use uma pinça hemostática, pinça com pontas rombudas ou alicate de ponta fina para agarrar o objeto e trazê-lo para fora. Tente uma ou duas vezes, mas não se empenhe ou o esforço poderá piorar a respiração até que o animal entre em colapso. Enquanto der para ouvir algum ruído de que ele está respirando, você ainda tem tempo para salva-lo. Um animal neste estado pode entrar em desespero e morder. Para isso, você terá que imobilizar seu animal com a ajuda de outra pessoa. O correto é embrulhar o animal para conter suas patas bambas, ou presas. Assim você terá mais tranquilidade para retirar o objeto de dentro do animal. Importante! O animal, caso você não conheça a sua procedência, pode possuir o vírus da raiva que é transmitido pela saliva do animal. O vírus age no sistema neurológico, de modo que quando o animal está engasgado, o vírus pode dificultar ainda mais o ­processo e o animal, por consequência, morder a pessoa que está tentando salvá-lo. Todo o cuidado é fundamental na hora de manipular e salvar a vida do...

Leia mais

Doenças Caninas – Vermes

O mais comum e praticamente normal é que as ninhadas sejam infestadas por vermes, principalmente o Toxocaracanis. Raramente uma delas se livra desse problema, por maiores que sejam os cuidados com a limpeza e higiene dos ninhos e dos locais por andam os filhotes. Os sintomas da verminose nos filhotes são: tristeza e abatimento, ventre inchado e volumoso emagrecimento progressivo e perda de peso, pelos foscos e sem brilho, diarreia, mucosidade nas fezes, presença de vermes nas fezes ou somente “bolo de vermes” eliminado pelo ânus. Quando a infestação for muito grande, deve ser dado um vermífugo aos filhotes antes mesmo do desmame, sempre com auxílio de um médico veterinário. Os vermífugos são, em geral, pílulas que devem ser colocadas bem ao fundo da boca do filhote. Para evitar que ele as cuspa, sua boca deve ser mantida fechada até a glote no pescoço do cão descer. Existem também os vermífugos injetáveis que podem ser utilizados de acordo com as prescrições de um veterinário. A vermifugação deve ser adotada como rotina e os filhotes só devem ser vendidos ou presenteados depois de tomarem um vermífugo pelo menos. A seguir, veremos uma tabela com um cronograma para vermifugação:   Idade Vermifugação 30 dias 1ª dose do vermífugo 45 dias 2ª dose do vermífugo 60 dias 3ª dose do vermífugo   Material médico necessário Salicilato de bismuto monobásico.   Faça isto já! Pegue uma amostra. Se o seu animal vomitar ou você suspeitar que ele esteja evacuando vermes que não você consegue ver, pegue uma mostra do material vomitado ou das fezes e leve ao seu veterinário para que ele possa avaliar num laboratório e diagnosticar o que tem seu animal. Cada tipo de verme pede certo remédio, portanto é fundamental que você saiba qual parasita hospeda em seu cão. Deixe de dar comida por um dia. Quando os animais têm diarreia, suspenda a comida por 24 horas para ajudar o estômago a se estabelecer. Após, dê um antidiarreico como Salicilato de bismuto monobásico para ajudar no controle da diarreia. A dose segura para cada 5kg é 1 colher de chá a no máximo 2 colheres de sopa, até três vezes ao...

Leia mais